Peças de Teatro Adulto.
GESTUS

GESTUS

ESPETÁCULO DE PANTOMIMA

 

 

 

 

 

 

O Espetáculo

 

Este trabalho foi concebido no ano de 2000, produzido pelo Grupo Taraumara.

É um solo com o ator Sílvio Leme, formado pelo Conservatório Carlos Gomes em 1997.

É um espetáculo que pode ser apresentado no teatro bem como em espaços alternativos, sem comprometer a qualidade do mesmo.

Já fez temporada em São Paulo, já foi apresentado em festas de empresas e festas particulares e em escolas, públicas e particulares.

O espetáculo é composto de quatro quadros, sendo três deles cômicos e um de reflexão.

Os quadros (histórias) intitulam-se: O Pescador, A Borboleta, O Mágico e O Encontro.

Pelo fato de ser um espetáculo onde não existe texto, os quadros são anunciados por quatro personagens periféricos que entram como se fossem apresentadores, e que inclusive faz uma referência ao cinema mudo, pois são anunciados através de plaquinhas com os nomes dos quadros, tendo dentre esses personagens uma aparição/homenagem a Charlie Chaplin.

 

Para toda a família.

 

Sinopse

 

O Pescador (cômico)

 

 O personagem acorda, toma seu café e sai para sua pescaria. Tudo está uma maravilha. O dia está lindo, prometendo uma pescaria sensacional. Até que tudo começa a dar errado. Ele não consegue pescar nenhum peixe, lhe dá uma tremenda dor de barriga. E então, de surpresa, o peixe morde a isca e leva com ele sua vara de pescar embora. Ele fica muito bravo e volta pra casa de mãos abanando. Muito divertido.

 

O Mágico (cômico)

 

Este quadro é interativo com o público. O primeiro número é cortar a mulher ao meio. O número dá errado. Então ele pega uma pessoa do público para assistente de palco. Os dois próximos números são tirar o coelho da cartola e a bexiga fixa, que é um número de ilusão de ótica que muito agrada o público. Quadro muito dinâmico e engraçado.

 

A Borboleta (drama/reflexão)

 

Baseado no quadro criado na década de 40 por Marcel Marceau, grande pantomímico francês, durante a segunda guerra mundial. O personagem sai em um passeio pelo jardim, que é composto pelo público. Encontra uma borboleta pela qual fica encantado. Essa borboleta passeia por todo o jardim, pousando nos ombros do público, o que provoca uma interação comovente entre as pessoas. Ao tentar capturar a borboleta, sem querer ele a mata. No momento do desespero, ele tira seu coração e dá à borboleta, restituindo-lhe a vida. E então ele morre com um lindo sorriso no rosto. Este quadro leva as pessoas do sorriso do encantamento às lágrimas. É emocionante.

 

O Encontro (cômico)

 

Quadro extremamente engraçado. Fecha o espetáculo com chave de ouro. O personagem traz ao palco cinco pessoas do público que se transformam em objetos de cena. Eles se tornam um mancebo, um chuveiro, uma privada, um cesto de lixo e um armarinho do banheiro. O personagem chega em casa com muita pressa pois está atrasado para encontrar sua namorada. Então ele toma banho, escova os dentes, se veste (com a mesma roupa), e quando está convencido de que está tudo certo para sair, lhe vem a vontade de usar o banheiro. As situações são hilárias. Muitíssimo divertido.

 

Contato: cultura@producaocultural.com.br

(19) 9 9152 5061

Reginaldo Menegazzo

 

 

 

Imprimir.     Indique a um Amigo.     Contrate.    Voltar.
Shows e Espetáculos.
Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Conheça este maravilhoso show
O QUE SERÁ? teatro infantil em Campinas

O QUE SERÁ? teatro infantil em Campinas

temporada em maio no Bosque dos Jequitibás
Intervenções teatrais para SIPAT

Intervenções teatrais para SIPAT

várias temáticas para SIPAT
Enquete.

Qual sua atividade cultural preferida?









Ver Votos
Newsletter.
Receba as novidades da Produção Cultural em seu e-mail.

  • Nome:
  • E-mail:
Descadastrar
Projetos Culturais.    Teatro Adulto.    Teatro Infantil.
 
Desenvolvido por: Lógica Digital