Peças de Teatro Adulto.
GESTUS

GESTUS

ESPETÁCULO DE PANTOMIMA

 

 

 

 

 

 

O Espetáculo

 

Este trabalho foi concebido no ano de 2000, produzido pelo Grupo Taraumara.

É um solo com o ator Sílvio Leme, formado pelo Conservatório Carlos Gomes em 1997.

É um espetáculo que pode ser apresentado no teatro bem como em espaços alternativos, sem comprometer a qualidade do mesmo.

Já fez temporada em São Paulo, já foi apresentado em festas de empresas e festas particulares e em escolas, públicas e particulares.

O espetáculo é composto de quatro quadros, sendo três deles cômicos e um de reflexão.

Os quadros (histórias) intitulam-se: O Pescador, A Borboleta, O Mágico e O Encontro.

Pelo fato de ser um espetáculo onde não existe texto, os quadros são anunciados por quatro personagens periféricos que entram como se fossem apresentadores, e que inclusive faz uma referência ao cinema mudo, pois são anunciados através de plaquinhas com os nomes dos quadros, tendo dentre esses personagens uma aparição/homenagem a Charlie Chaplin.

 

Para toda a família.

 

Sinopse

 

O Pescador (cômico)

 

 O personagem acorda, toma seu café e sai para sua pescaria. Tudo está uma maravilha. O dia está lindo, prometendo uma pescaria sensacional. Até que tudo começa a dar errado. Ele não consegue pescar nenhum peixe, lhe dá uma tremenda dor de barriga. E então, de surpresa, o peixe morde a isca e leva com ele sua vara de pescar embora. Ele fica muito bravo e volta pra casa de mãos abanando. Muito divertido.

 

O Mágico (cômico)

 

Este quadro é interativo com o público. O primeiro número é cortar a mulher ao meio. O número dá errado. Então ele pega uma pessoa do público para assistente de palco. Os dois próximos números são tirar o coelho da cartola e a bexiga fixa, que é um número de ilusão de ótica que muito agrada o público. Quadro muito dinâmico e engraçado.

 

A Borboleta (drama/reflexão)

 

Baseado no quadro criado na década de 40 por Marcel Marceau, grande pantomímico francês, durante a segunda guerra mundial. O personagem sai em um passeio pelo jardim, que é composto pelo público. Encontra uma borboleta pela qual fica encantado. Essa borboleta passeia por todo o jardim, pousando nos ombros do público, o que provoca uma interação comovente entre as pessoas. Ao tentar capturar a borboleta, sem querer ele a mata. No momento do desespero, ele tira seu coração e dá à borboleta, restituindo-lhe a vida. E então ele morre com um lindo sorriso no rosto. Este quadro leva as pessoas do sorriso do encantamento às lágrimas. É emocionante.

 

O Encontro (cômico)

 

Quadro extremamente engraçado. Fecha o espetáculo com chave de ouro. O personagem traz ao palco cinco pessoas do público que se transformam em objetos de cena. Eles se tornam um mancebo, um chuveiro, uma privada, um cesto de lixo e um armarinho do banheiro. O personagem chega em casa com muita pressa pois está atrasado para encontrar sua namorada. Então ele toma banho, escova os dentes, se veste (com a mesma roupa), e quando está convencido de que está tudo certo para sair, lhe vem a vontade de usar o banheiro. As situações são hilárias. Muitíssimo divertido.

 

Contato: cultura@producaocultural.com.br

(19) 9 9152 5061

Reginaldo Menegazzo

 

 

 

Imprimir.     Indique a um Amigo.     Contrate.    Voltar.
Shows e Espetáculos.
Teatro infantil BATENDO PERNAS

Teatro infantil BATENDO PERNAS

em Campinas no GATO MIA - café divertido
Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Conheça este maravilhoso show
O QUE SERÁ? teatro infantil

O QUE SERÁ? teatro infantil

na Rabeca Cultural em Sousas - Campinas
Enquete.

Qual sua atividade cultural preferida?









Ver Votos
Newsletter.
Receba as novidades da Produção Cultural em seu e-mail.

  • Nome:
  • E-mail:
Descadastrar
Projetos Culturais.    Teatro Adulto.    Teatro Infantil.
 
Desenvolvido por: Lógica Digital