Testemunhais.
ALÉM DO MAR - músicas de teatro para crianças.

ALÉM DO MAR - músicas de teatro para crianças

CD INFANTIL

 

 

 

 

 

As canções, por serem produzidas para teatro, têm um apelo cênico, ou seja: permitem serem cantadas e ao mesmo tempo interpretadas. Canções estas utilizadas para os espetáculos “O Menino Maluquinho” de Ziraldo, “A Viagem de Um Barquinho” de Silvia Ortoff e “O Gato de Botas” de Charles Perroult.

As canções de “A Viagem de Um Barquinho” tratam de questões relacionadas ao direito de ir e vir e da liberdade humana. “O Menino Maluquinho” de questões relacionadas às relações familiares, formação e educação da criança. Em “O Gato de Botas” da perseverança e da auto-estima. Todas as canções foram compostas, música e letra, pelo autor Kha Machado.

A escolha da criança é a principal justificativa para a realização deste projeto. Vemos que há uma carência enorme de trabalhos musicais para esta faixa etária. Mais do que isso, o pouco que se tem é de qualidade e conteúdo duvidosos. Nossa intenção é colaborar com um material que venha acrescentar mais qualidade e conteúdo dentro do que há na discografia para este mercado, e conseqüentemente com o conhecimento, com o nível cultural e as referências de maior qualidade musical e literária para a criança.

Acreditamos que as próprias canções e a elaboração dos arranjos com instrumentação não convencional possibilitará à criança o estímulo à sua criatividade e ao seu interesse pela música e a literatura. 

 

contate: cultura@producaocultural.com.br

(19) 91525061

 
Hispanismo e Erotismo.

Hispanismo e Erotismo

O cinema de Luis Buñuel

 

 

 

 

 

 

Formato: 14 x 21 cm, 74 páginas


ISBN: 978-85-391-0100-9


 

Este livro procurou estabelecer a relação entre a obra do cineasta Luis Buñuel e a cultura espanhola. Foram ressaltados aspectos de sua filmografia intimamente ligados às tensões de seu país, originadas pelo processo de mestiçagem cultural. A Espanha acolheu elementos arabizantes, mas manteve uma facção fechada e tradicional, ligada ao governo vigente e à Igreja Católica. Para mostrar que os filmes de Buñuel são tipicamente espanhóis, independentemente dos países em que foram rodados, de seus trinta e dois filmes foram trabalhados mais detalhadamente cinco: O anjo exterminador e Viridiana (México), A bela da tarde (França e Itália), Tristana e Esse obscuro objeto do desejo (França e Espanha). Através de autores relevantes para o estudo da obra de Buñuel, e de textos jornalísticos, foi traçada a trajetória do cineasta, dividindo cronologicamente sua obra em três fases e, ao mesmo tempo, revelando apenas uma estética, toda ligada por elementos em comum, entre eles, a crítica às instituições, o absurdo de algumas convenções sociais, o amour-fou, o conflito entre o sagrado e o profano.
 


 
AFINAL, QUEM ESTÁ NO COMANDO?.

AFINAL, QUEM ESTÁ NO COMANDO?

Livro discute o novo papel do homem na sociedade contemporânea.

 Histórias verídicas usam humor e emoção para falar
do desemprego na maturidade.

 

Com lançamento que aconteceu , na FNAC do Shopping Dom Pedro (Campinas - SP), o livro Afinal, quem está no comando? conta a trajetória de um homem com mais de 40 anos, desempregado, que, após meses sem conseguir recolocação no mercado de trabalho, aceita se tornar “dono do lar”. Os autores, António Morey e Sérgio Vergílio, usaram como matéria-prima suas próprias experiências de vida e ainda fatos reais colhidos em entrevistas com vizinhos, amigos e conhecidos. As ilustrações do premiado chargista Dalcio enriquecem o texto e aumentam o apelo do humor e da emoção que conduzem a narrativa.

 

O livro trabalha com várias visões que, reunidas, formam um quadro rico e muitas vezes surpreendente de uma nova situação, que começa a se tornar comum: a mulher trabalha fora, ganha bem e tem sucesso na carreira profissional e o homem, por circunstâncias as mais variadas, acaba ficando sem opções de recolocação no mercado. Surgem na história, então, acontecimentos que vão do momento da demissão à adaptação a uma nova rotina, onde o terno e a gravata são substituídos pelo avental, o fogão e as panelas tomam o lugar do computador e o contato com os filhos fica mais importante do que as notícias de política e economia.

A adaptação a esta nova realidade e a compreensão de que o “trabalho do lar” tem extrema importância, e ainda de que ser o responsável por sua execução não diminui o homem, conduzem o enredo de “Afinal, quem está no comando?” a um final que é, principalmente, o começo de uma nova vida.  Este é, então, o verdadeiro tema do livro: a superação, a capacidade do ser humano de desenvolver novas potencialidades e de se adequar a circunstâncias que, mesmo desafiadoras, podem se transformar em oportunidade para descobrir novos caminhos e alcançar novas vitórias.

 

Inversão de papéis

 

As peripécias de Thiago, o quarentão desempregado que vira “dono do lar”, encontraram certa dificuldade para virar o livro de estréia de Morey e Vergílio. Não querendo ficar só em suas histórias pessoais, os dois saíram à cata de outros enredos de vida semelhantes, mas enfrentaram desconfiança e preconceito.

“A inversão de papéis na sociedade moderna é um fato. Pudemos constatar isso quando começamos a desenvolver o tema e encontramos muitos outros homens na mesma situação. Falar sobre o assunto, de forma clara e objetiva e sem perder o bom humor, foi o nosso desafio”, testemunha Morey, para quem as importantes conquistas profissionais das mulheres e a dificuldade de retorno ao mercado de trabalho para o homem mais velho abriram caminhos para uma reflexão mais profunda sobre o novo papel do homem na sociedade contemporânea.

Vergílio acredita que é inevitável que os homens, empregados ou não, assumam um novo papel, mas diz que a pesquisa para o livro desnudou o grande preconceito que ainda domina o assunto. “Essa foi a nossa maior barreira: os pesquisados nos forneceram informações, desde que nos comprometêssemos a não citar seus nomes”, afirma.

Mas ambos fazem questão de destacar que “a vivência da nova situação, nossa e dos pesquisados, possibilitou a descoberta de prazeres que antes estavam adormecidos como, por exemplo, a convivência familiar”. Para os autores, após a conclusão da pesquisa e da obra, ficou a lição de que as pessoas podem ser ”desempregadas sim, mas desocupadas não”. E restou uma firme convicção: “há vida após o desemprego”.

A opinião é compartilhada pelo psicólogo Ivan Capelatto, autor do texto que apresenta o livro. Após discorrer sobre as mudanças na sociedade que estão levando os homens a assumirem novos papéis, Capelatto conclui: “este livro pode, então, se tornar um apoio, um manual bem-humorado de auto-ajuda para homens e mulheres que estejam vivendo ou tenham que viver situações de perda no mundo do trabalho ou resolvam aceitar, por pura opção, o encurtamento das diferenças entre ser homem e ser mulher”.

 

 

Serviço

“Afinal, quem está no comando?”

Lançado na FNAC do Shopping Dom Pedro em Campinas/SP no dia 05 de agosto de 2005

Editora Komedi
141 páginas

R$ 25,00 o exemplar

Onde comprar: www.livrariacultura.com.br
 

Paulistas e administradores de empresas, os autores António Bernardes Morey Jr., 51 anos, especializado em logística e Sérgio Roberto Vergílio, 49 anos, analista de sistemas, ator e teatrólogo estão à disposição para contatos e informações pelos fones/e-mail:

Sérgio Vergílio:

19 - 32563730

19 - 91149574

sr.vergilio@uol.com.br

António Morey:

 19 - 9604-7368

 
CD KHA - CD e contratar show.

CD KHA - CD e contratar show

São canções inéditas que tratam de temas atemporais, compostas com ênfase na construção de melodias e de letras. Cordas, sopros, regional de choro e bateria de escola de samba acompanham vários estilos da MPB e desenham uma elaborada e sofisticada condução harmônica, executada por músicos instrumentistas de excelente qualidade. Confiram!

KHA MACHADO

 

www.kha.com.br

 

CD KHA

 

Meu primeiro CD autoral. Optei por ir direto ao assunto, andar com as próprias pernas e tocar minhas próprias músicas.

 

Talvez um caminho mais difícil dentro do mercado, mas sinto que é assim que eu tenho que fazer.

São canções inéditas que tratam de temas atemporais, compostas com ênfase na construção de melodias e de letras. Cordas, sopros, regional de choro e bateria de escola de samba acompanham vários estilos da MPB e desenham uma elaborada e sofisticada condução harmônica, executada por músicos instrumentistas

 

 

CONTRATE:

cultura@producaocultural.com.br

 

 
APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS.

APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS

Aprendendo com as Diferenças é um livro cheio de inspiração e magia, que entreterá tanto as crianças como os adultos.

Ensinando com maestria sobre a arte de convivência, Luiza Pasim presenteia o leitor com duas meninas encantadoras: Florinha e Trancinha, duas verdadeiras amigas.

Vivendo com mundo diferentes, mas com idéias nobres e louváveis, Florinha e Trancinha certamente irão ensinar a todos nós verdadeira pérolas sobre a amizade, o mundo e a convivência harmônica entre as pessoas.

Escritora: Luiza Pasim

Preço por unidade: R$ 8,00

contate: cultura@producaocultural.com.br

(19) 91525061

 
Shows e Espetáculos.
Teatro infantil BATENDO PERNAS

Teatro infantil BATENDO PERNAS

em Campinas no GATO MIA - café divertido
Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Show MEMÓRIAS DO RÁDIO

Conheça este maravilhoso show
O QUE SERÁ? teatro infantil

O QUE SERÁ? teatro infantil

na Rabeca Cultural em Sousas - Campinas
Enquete.

Qual sua atividade cultural preferida?









Ver Votos
Newsletter.
Receba as novidades da Produção Cultural em seu e-mail.

  • Nome:
  • E-mail:
Descadastrar
Projetos Culturais.    Teatro Adulto.    Teatro Infantil.
 
Desenvolvido por: Lógica Digital